Notícias

4º Festival de Música da PB: ensaio geral será realizado nesta quinta-feira

A produção do 4º Festival de Música da Paraíba já está trabalhando nos preparativos finais para as duas noites de eliminatórias do evento que acontecem no próximo final de semana. A montagem de palco e os ensaios da banda já estão acontecendo desde o dia 15 de agosto, e nestes últimos dias que antecedem o festival, a banda ainda ensaia com todos os intérpretes. Enquanto isso, as equipes de produção trabalham nos testes de som, iluminação e transmissão. Na quinta-feira será realizado o ensaio geral, momento para ajustar todos os pequenos detalhes e deixar tudo pronto para o grande espetáculo. Ao todo, são mais de 100 pessoas envolvidas direta ou indiretamente na equipe de produção do festival.

30 canções autorais foram classificadas para a competição e serão apresentadas nos dias 3 e 4, por ordem de apresentação definida através de sorteio. No dia 10, ocorre a grande final. Serão pagos R$ 28 mil em prêmios, sendo R$ 10 mil para a canção vencedora, R$ 7 mil para a segunda, R$ 5 mil para a terceira, R$ 3 mil para a melhor interpretação e R$ 3 mil para a melhor canção escolhida por voto popular.

O 4° Festival de Música da Paraíba será transmitido, mais uma vez, de forma totalmente virtual, direto do Teatro Paulo Pontes, ao vivo, pelos canais oficiais no Youtube da Rádio Tabajara e da Funesc, pelas rádios Tabajara FM 105,5 e AM 1.110 e pela TV Assembleia nos canais 8.2 (TV aberta na Grande João Pessoa, Campina Grande, Patos e região) e 340.2 (Sky, GVT e Claro/NET).

Por medidas de segurança e prevenção, a organização do festival não permitirá a presença física do público e, portanto, o acesso ao local será restrito aos concorrentes, músicos da banda e equipes de produção.

O Festival de Música da Paraíba é realizado pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Comunicação Institucional - SECOM, Empresa Paraibana de Comunicação - EPC, Fundação Espaço Cultural da Paraíba - FUNESC e com o apoio da PBGÁS.

Confira abaixo a ficha técnica completa da banda:

Direção Musical: Sergio Gallo

Instrumentistas

Guitarra: Leo Torres

Baixo: Sergio Gallo

Bateria: Glauco Andreza

Teclado: Uaná Barreto

Percussão: Otacílio Feitosa

Saxofone: Arimateia Formiga

Trombone: Gilvando Azeitona

Trompete: Emanoel Barros

Vocais: Manu Lima e Pedro Índio

 

Confira também a ordem de apresentações nas eliminatórias:

1ª eliminatória (03/09/2021):

1 - SE PRESTAR EU VOU POSTAR (ALDENI MARQUES DE CARVALHO)

2 - ENCOMENDA (WILLAMES DINIZ DA SILVA E JOSÉ PEDRO DA CUNHA MOTA JUNIOR)

3 - A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR (HUGO CÉSAR COSTA DE MOURA LUZ E LUCAS BARRETO DE MOURA)

4 - AR, É AR (PEDRO PAULO ALMEIDA CAVALCANTI MELO)

5 - FRUTO CORAGEM (ISIS QUEIROGA DE OLIVEIRA COSTA, NAOMI BAROSO SOARES)

6 - CONCRETÃO (TIAGO SORRENTINO MOURA DE LIMA)

7 - LAMA NEGRA (SANDRA DANIELA XAVIER SOARES, BRUNO KOHL)

8 - PARAÍBA SOU SIM (ELON DA SILVA BARBOSA DAMASCENO)

9 - MENINO PÉ NO CHÃO (CAIO CESAR FERNANDES AQUINO, BERTRAND BARBOSA MORAIS)

10 - ABASTECIMENTO (DAVID LUCAS MÁXIMO PEREIRA)

11 - VOCÊ VIU (JOÃO CARLOS DO NASCIMENTO JUNIOR)

12 - ÁGUAS DE MÃE (IYÁ OMI) (HELOÍSA ISIDORO UEHARA, NATHÁLIA KELLY BELARMINO GOMES)

13 - A MARÉ (LARISSA SOUSA MENDES)

14 - RIR PRA NÃO CHORAR (GABRIEL LUCAS FERNANDES DA SILVA)

15 - NOSSO MAR (LUCAS DANTAS GAIÃO)

 

2ª eliminatória (04/09/2021):

1 - MAR DOCE (PRISCILLA ROMUALDO CLER DOS REIS)

2 - COCO SAUDADE (JÉSSICA MARIA DE MELO ALMEIDA)

3 - QUIÇÁ OU MANIFESTO AFROINDÍGENA (YURI AGOSTINHO DE LIMA)

4 - TERRA DO ACAIS (LAÍS DE ALMEIDA LACERDA)

5 - FELIZ DIA DOS PAIS (IREMAR DE OLIVEIRA LIRA)

6 - DESGOVERNO (ANTONIO LUIZ DRUMOND MIRANDA)

7 - MESTRE DO COCO (CRISTIANO ALIXANDRINO DA CONCEIÇÃO)

8 - CABOCLO DA JUREMA (FRANCISCO XAVIER DE SOUZA NETO)

9 - PÁSSARO (SAMIR BORGES CESARETI)

10 - PELAS CALÇADAS (TIAGO JOSÉ SANTOS DA SILVA)

11 - COCO APERREADO (LARRY BRASIL DA SILVEIRA JÚNIOR)

12 - PINCEL ENCANTADO (ARTUR PEREIRA NETO)

13 - EXTREMO (VICTOR MARQUES BORGES CALAZANS)

14 - BANDEIRA (ALCIDES PRAZERES FILHO)

15 - PEGA O BECO (CARLOS ANTONIO BEZERRA DA SILVA)