Notícias

Chico Limeira conta sobre a importância do Festival de Música da Paraíba em sua carreira

O vencedor das duas primeiras edições do Festival de Música da Paraíba, Chico Limeira, disse em entrevista ao Fala Paraíba, jornalístico da Rádio Tabajara, no ar das 11h às 13h de segunda a sexta-feira, que a competição permitiu um maior reconhecimento do público e projeção da sua carreira, não só no Estado, mas fora dele.

Em 2018, que teve como homenageada Zabé da Loca, Chico venceu melhor canção e intérprete com a música ‘Imprópria’. Ano passado, no centenário de nascimento de Jackson do Pandeiro, o 'rei do ritmo', Limeira levou o primeiro lugar novamente, nas duas categorias, com ‘Carta para Maria’. Este ano, seguindo as mudanças realizadas no edital, não é permitido que o vencedor da competição anterior concorra na edição seguinte.     

A música ‘Imprópria’ foi motivo de polêmica, na época, por trazer à tona discussões e questionamentos sobre os nomes de bairros e ruas importantes da Capital paraibana, o que causou incômodo entre os parentes das personalidades que nomeiam esses espaços. “Foi uma canção que se incorporou no discurso do dia a dia de muitas pessoas. Houve muitos votos de aplausos, outros de repúdio, muita movimentação por conta de ‘Imprópria’”, disse Chico.

Ele contou que essa era uma música que estava já há algum tempo na sua cabeça e quando surgiu a possibilidade de participar do festival resolveu guardar a canção para usá-la na competição. Limeira também contou que em julho de 2017 havia lançado um disco e só depois da vitória conquistada no I Festival de Música da Paraíba, em 2018, a quantidade de audições, de plays aumentou, assim como rompeu espaços, dentro e fora do estado pra ele. “Pra mim foi um trampolim. Participei de outros festivais, fui pra sala de aula falar sobre a música. O festival me deu um outro posicionamento e elevou a minha carreira”, contou.

Quando venceu novamente com a música que dedicou à mãe, “uma mulher guerreira”, segundo ele, o artista revelou estar surpreso com o resultado. Ele disse que “Carta para Maria” foi uma resposta à polêmica gerada em torno da canção “Imprópria”, vencedora da edição anterior.

As eliminatórias da terceira edição do Festival de Música da Paraíba, que homenageia o Mestre Sivuca, acontecem nos próximos dias 4 e 5 (sexta e sábado) e a grande final será no dia 6 de dezembro, domingo. Todas as apresentações serão no palco do teatro Paulo Pontes, no Espaço Cultural, em João Pessoa. Cumprindo as normas sanitárias para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, não será permitido presença de público, mas a Rádio Tabajara (FM 105, e AM 1.110) transmitirá ao vivo toda a competição, que também poderá ser assistida pelas redes sociais oficiais da emissora (Facebook e Youtube).